22/04/2020

Dicas para uso do cartão durante a crise

Quando o surto do novo coronavírus virou uma ameaça global, a primeira preocupação das pessoas era o reembolso de viagens canceladas ou a possibilidade de remarcação.

Mais recentemente, no entanto, a maior dor de cabeça voltou-se para o bolso, especificamente no que afeta a renda das famílias.

Se você depende de cartões de crédito para as despesas diárias, e não tem condições de pagar o saldo total, sua situação pode ficar fora de controle. 

Então aqui vão alguns tópicos breves sobre a melhor maneira de usar o seu cartão de crédito durante a pandemia de coronavírus.

Cartão novo pode representar menos taxas 

Se utilizado com responsabilidade, o cartão de crédito pode ajudar a suavizar sua situação financeira de momento. 

Por isso, se você planeja solicitar um novo cartão de crédito pensando, exclusivamente, em fugir das taxas abusivas, então a resposta pode estar mais perto do que imagina.

Faça o seguinte: entre no internet banking e procure por qualquer banner ou link, dentro do ambiente da sua conta, que ofereça algum tipo de oferta ou proposta para adesão de um novo cartão de crédito.

Nesses casos, muitos cartões oferecem taxas especiais com 50% ou 100% de desconto na anuidade, por exemplo, além de outros benefícios, como descontos em lojas, clube de recompensas etc. 

Os bancos estão mais predispostos a oferecer bônus e taxas melhores àqueles que já são clientes, por isso aproveite!

Negocie quando necessário

Seja qual for a operadora do seu cartão de crédito, aqui vai um conselho: se você souber que terá algum tipo de problema financeiro, entre em contato com eles antes da data de vencimento da sua fatura. 

É sempre bom que o enxerguem como um cliente que tem a iniciativa de querer resolver os problemas e imprevistos o mais rápido possível. 

Tendo esse tipo de postura, você estará em uma posição muito melhor para negociar prazos, acordos ou alguma condição especial de pagamento.

Da mesma forma, entrar em contato com seu banco é ainda mais importante em um momento de incerteza como esse.

Com certeza, o gerente da sua conta tem as mesmas dúvidas e questionamentos que você. 

Então é provável que exista uma clareza e entendimento maior, por parte do banco, sobre as dificuldades que toda a população vem enfrentando e ainda vai enfrentar nos próximos meses. 

Suspenda o cartão de milhagem

Cartões de crédito com foco em benefícios de viagem, principalmente milhas, deixam de ser úteis durante a pandemia.

Como tudo leva a crer que não viajaremos tão cedo, parece ser uma boa ideia cortar gastos com taxas que dão direito a comodidades de estadias em hotel e milhas aéreas.

A boa notícia é que as operadoras de cartão de crédito estão cientes de que é mais fácil manter um cliente do que conquistar um novo. 

Sendo assim, antes de cancelar seu cartão, aproveite para tentar uma última negociação por uma oferta ou desconto. 

A operadora pode oferecer milhas extras (se for MUITO vantajoso, vale a pena considerar) ou até zerar alguma taxa ou anuidade, tudo para mantê-lo como cliente.

Mas se, depois de tudo isso, você ainda não conseguir vencer as parcelas do cartão e está pensando em pegar algum dinheiro emprestado, tenha cuidado! Você precisa analisar com atenção para ver se realmente vale a pena fazer um empréstimo pessoal.

E lembre-se: para qualquer outro tipo de esclarecimento sobre como a QuiteJá pode ajudar a organizar sua vida financeira, é só iniciar uma conversa em qualquer um dos nossos canais 😉

 

QuiteJá

Uma plataforma que nasceu para resolver suas pendências financeiras de maneira segura e sem burocracia. Tem alguma dúvida? Converse com a gente nos comentários!

Posts Relacionados

É hora de pagar o IPVA: à vista ou parcelado?
QuiteJá | 03/02/2020

Deixe o seu comentário!