16/11/2020

Entenda como a compra de dívidas por securitizadora te afeta

Você recebeu uma cobrança ou consultou seu CPF no site da QuiteJá e não conhece o credorPode ser uma compra de dívidas por securitizadora. Se você não entendeu nada, nesse texto te explicamos.

O que é uma securitizadora?

Uma securitizadora é uma recuperadora de crédito. Ou seja, ela compra dívidas de outras empresas e passa a ser a credora delas. Entretanto, pode ser que você encontre a sigla FIDC. Ela quer dizer fundo de investimento em direitos creditórios. Os dois termos podem aparecer para você.

Caso uma empresa como essa compre sua dívida, seu credor original cede o contrato e você deixa de dever para ele. Dessa forma, quando você pagar a dívida, esse pagamento será feito para a securitizadora.


Dê adeus as dívidas

 

Por que o credor vendeu sua dívida?

Imagine que o seu credor está tendo dificuldade para ter as dívidas pagas. Nesse sentido, a venda de dívidas é uma forma segura dele conseguir reaver esse dinheiro e não sofrer prejuízo. 

Além disso, ele não é especializado no setor de cobrança, o que gera uma relação desgastada entre o credor e você. Assim como uma maior ineficiência na recuperação do crédito. E isso é ruim para todo mundo, não é mesmo?

Por esses motivos, qualquer serviço financeiro pode ser concedido pelo credor. Seja empréstimo, financiamento, cartão de crédito ou cheque especial.

Por outro lado, a securitizadora compra essas dívidas para negociar com você. A partir disso, ela gera rentabilidade transformando essas dívidas em ativos financeiros.

Não se preocupe, a transferência de dívida é uma prática comum e regulamentada. Ela pode ser feita a qualquer momento pelo seu credor, desde que prevista no contrato do serviço. Por isso, é importante que você conheça seu contrato e o valor que você deve. 

Recomendamos que você leia o capítulo “Da cessão de crédito” da lei nº 10.406, presente no Código Civil brasileiro. Com isso, você saberá todos os detalhes dos seus direitos e deveres em casos de compra de dívida por terceiros.

Como descobrir se essa compra de dívidas não é uma fraude?

Existem pessoas mal-intencionadas que se aproveitam dessa prática comum para aplicar golpes. E você não vai cair nessa, vai? Você tem o direito de ser informado sobre a concessão do contrato e pode pedir um comprovante de cessão de crédito. Por isso é importante manter seus dados cadastrais atualizados. 

E se mesmo assim desconfiar de fraude, é possível confirmar a compra da dívida com o seu credor original. Não corra o risco de pagar uma dívida que não existe ou não foi vendida!

Como essa compra de dívidas te afeta?

Assinatura de Contrato de Cessão de Crédito para Securitizadora

Essa compra de dívida não te prejudica em nada. Ela pode inclusive ser muito vantajosa para você, já que o objetivo dela é que você pague a dívida. 

Como a securitizadora comprou ela por um preço menor, você tem maiores chances de obter descontos, parcelar e negociar juros. Ou seja, fica mais fácil de quitar!

Em relação ao seu contrato original, juros, parcelas ou encargos extracontratuais não mudam. Fique atento e questione se isso ocorrer. 

Além disso, o seu novo credor é responsável pela retirada do seu nome nos órgãos de proteção ao crédito. Mas o prazo para prescrição da dívida (o que conhecemos como caducar) continua o mesmo, de 5 anos. 

Lembrando que você não pode estar negativado pela mesma dívida por dois credores diferentes. Entre em contato com os órgãos de negativação ou com os órgãos de proteção ao cliente, como o Procon.

Qual a diferença entre uma securitizadora e a QuiteJá?

Você pode estar se perguntando: mas então a QuiteJá é uma securitizadora? 

Não. Como explicamos, uma securitizadora compra as dívidas e trabalha na recuperação desse crédito. Isso sem nenhuma relação com  o credor original.

No caso da QuiteJá, somos o que se chama assessoria de cobrança. Nós não compramos a dívida do credor, nós apenas somos uma ponte para a negociação. Dessa forma, quando você fecha um acordo com a gente, na verdade ele é feito diretamente com o seu credor. É ele quem recebe o pagamento e limpa o seu nome.

Como falamos, os credores não são especializados em cobrança e não querem investir tempo e dinheiro nessa atividade. Isso acaba te prejudicando porque você recebe ligações incessantes e propostas engessadas.

E é aqui que entra a QuiteJá, uma solução 100% online e simples. Antes de mais nada, nós não realizamos ligações incômodas, nós te contatamos por SMS e e-mail, com uma linguagem amigável e humana. Do mesmo modo nosso site tem a intenção de fazer você se sentir confortável e seguro. Escolha e simule propostas que façam sentido para você. Negocie quando e onde quiser, sem pressão.

Quais dos nossos parceiros são securitizadoras?

Mesmo empresas que compram dívidas para recuperação de crédito precisam de ajuda. Por isso, a QuiteJá é parceira de securitizadoras. Oferecemos uma negociação digital e um relacionamento amigável com os clientes.

No site da QuiteJá você encontra negociações da Ipanema e Itapeva, nossas parceiras securitizadoras. Além disso, buscamos informar qual o credor original daquela dívida. Em caso de dúvidas, sugerimos entrar em contato com essas empresas para saber todos os detalhes!

Conclusão

Esperamos que agora você esteja mais tranquilo sobre a compra da sua dívida. Afinal, sabemos que descobrir isso pode te deixar inseguro. Conheça seu contrato e entenda seus direitos e deveres. Assim, você não sairá no prejuízo e ainda tem a chance de fazer uma negociação com condições melhores!

Por fim, se você tem uma dívida e quer renegociar o valor com um super desconto, acesse QuiteJá! Em caso de dúvidas, leia este artigo aqui ou entre em contato com a gente. 🙂

QuiteJá

Uma plataforma que nasceu para resolver suas pendências financeiras de maneira segura e sem burocracia. Tem alguma dúvida? Converse com a gente nos comentários!

Deixe o seu comentário!

Ir para o Topo