29/09/2020

Aprenda como organizar suas finanças pessoais

Às vezes a falta de organização pode acarretar em falta de dinheiro e então, prejudicar suas finanças pessoais.

Pois é, um detalhe aparentemente tão bobo não é?

A confusão com datas de vencimentos e o não pagamento no prazo resultam em multas por atraso, assim como o não controle do saldo da conta corrente pode resultar em juros de cheque especial, e então, uma dívida ativa – ou seja, uma conta que necessita de pagamento e está em atraso, já sujando seu nome.

Mas você pode ter uma vida financeira mais organizada, e sem muitas surpresas.

Com alguma disciplina e seguindo as nossas dicas você vai chegar lá! 😉

Dê adeus as dívidas

Conheça o vai e vem do seu dinheiro nas finanças pessoais

Primeiro: Ficar por dentro de quanto sai e quanto entra da sua conta bancária é muito importante.

Agindo dessa forma você consegue analisar e listar os gastos desnecessários. É preciso fazer escolhas e pensar que é por um bem maior.

Essa é a hora de ligar o radarzinho do dinheiro. Saiba exatamente o que entra e o que sai: centavo por centavo.

Existem várias ferramentas que ajudam a organizar sua vida financeira, é só escolher a que melhor se encaixa no seu estilo de vida e mandar ver. Que tal procurar alguns apps na loja de aplicativos do seu celular? Muitos são desenvolvidos para que você consiga acompanhar os gastos na ponta dos dedos.

Colocar em prática essa dica faz as próximas ficarem muito mais fáceis!

Estabeleça um valor mensal do seu salário e separe para a reserva de dinheiro, se puder

Assim suas despesas são pagas sem preocupação, com a quantidade de dinheiro já poupada por você. Você ainda tem conta de luz, água, alimentação e transporte para quitar, certo? Não deixe de pagar. Mas, lembre-se: Só quando você puder e a quantia que você puder.

Ah, e não se esqueça: O lazer, mesmo que em casa, é fundamental! 😉

Revise seu orçamento

Aprenda a organizar suas finanças pessoais

Mesmo as contas recorrentes, como luz e água, podem mudar de mês para mês.

Revise seu orçamento à medida que as contas forem entrando e ajuste outras despesas sempre que necessário, de modo que você não zere sua conta bancária e entre no cheque especial muito cedo.

Alguns meses trazem contas de luz mais altas do que outros períodos. Sua conta de luz pode ser maior em outubro que setembro.

Seu orçamento precisa refletir essa despesa maior.

Revise-o para ver quais outras despesas você pode ajustar e poder pagar sua conta de luz sem dor de cabeça.

Mantenha as contas em um só lugar

Mesmo que a maioria das suas contas cheguem por e-mail, você ainda precisa de um lugar para guardar as que vem pelo correio.

O IPTU, por exemplo, uma despesa anual que geralmente pagamos em parcelas ainda é enviada pelo correio. A fatura do condomínio do seu prédio também costuma ser despachada pela imobiliária desta mesma maneira.

Portanto, mantenha as contas perto de sua mesa ou onde você normalmente realiza seus pagamentos online. Uma gaveta ou algumas pastas são mais que o suficientes para isso. Além disso, você pode separar seu dinheiro numa poupança no começo do mês para que não gaste com outras coisas sem querer.

Faça uma lista com todas as suas contas do mês

Nem o correio nem o e-mail são perfeitos.

Então crie, para seu próprio controle, uma lista no início do mês com todas as contas que você precisa pagar. Você também pode criar uma planilha no excel e ir pintando de verde todas as contas que você vai pagando, que tal?

Você pode mantê-la em post-it ou bilhetes na sua mesa ou mesmo no bloco de notas em alguma pasta do seu computador ou smartphone.

Bom, essas foram as nossas dicas para que você comece a se organizar com as finanças pessoais, porque não, estar com todas as despesas das suas férias pagas quando tudo isso passar? 😎

Você também pode aproveitar outros conteúdos sobre planejamento financeiro no nosso blog!

QuiteJá

Uma plataforma que nasceu para resolver suas pendências financeiras de maneira segura e sem burocracia. Tem alguma dúvida? Converse com a gente nos comentários!

Posts Relacionados

Por que não achei desconto na minha dívida ativa?
Por que não achei desconto na minha dívida ativa?
QuiteJá | 25/09/2020

Deixe o seu comentário!

Ir para o Topo